15/03/2007

As Maravilhas

Olhe ao seu redor e verá pessoas que começaram como simples empregados e hoje estão lá em cima, e verá pessoas que nunca saíram do mesmo lugar; verá pessoas que casaram e são felizes, e verá pessoas cujo casamento se desintegrou, não sobrando pedra sobre pedra. Continue olhando e verá pessoas que conseguiram curar-se de doenças tidas como incuráveis, e pessoas que nada puderam contra a doença. Talvez você faça parte desse exército incalculável de pessoas que sofrem de insônia e só vão pegar no sono de madrugada à força de soníferos, quando existem tantas outras pessoas que, basta caírem na cama, e já estão dormindo na doce paz de um saudável sono.

Você já se perguntou por que existem pessoas alegres e despreocupadas, quando milhões de outras são deprimidas e atormentadas por neuroses e medos?
Muitos já dividiram o mundo em duas partes: as pessoas de sorte e as pessoas de azar.

Será que vivemos sob o fluxo e refluxo do imprevisível?

Será que teremos que dizer, como Shakespeare, que"Há mais mistérios neste mundo do que a nossa vã filosofiapode imaginar?"


BELIEVE!

1 comentários:

Rodrigo Guimarães disse...

"Será que vivemos sob o fluxo e refluxo do imprevisível?"

Acredito que sim, embora quando estamos melhor preparados e quando possuimos mais experiencia podemos antecipar certos resultados.

"Será que teremos que dizer, como Shakespeare, que"Há mais mistérios neste mundo do que a nossa vã filosofiapode imaginar?"

Sim, ele estava certo. Acredito que nem tudo tem explicação, mas tudo é explicado no tempo certo.