05/04/2007

Pensar é poder

Você já ouviu falar muitas vezes que querer é poder.
Como é o pensamento que aciona o poder do subconsciente,
na verdade pensar é poder. Diga-me como você pensa e eu Ihe direi quem você é.
Sócrates afirmava: Dize-me com quem andas e dir-te-ei quem és.
Um dia procurou-me uma senhora totalmente perturbada. Mal começou a falar-me sobre os seus problemas, desandou num choro convulso. Falou de sua solidão, do seu nervosismo, das suas tristezas; dizia-me que, infelizmente, as pessoas são mal-intencionadas e só querem se aproveitar da gente. Estava cheia de ressentimentos e mágoas.
Eu Ihe expliquei que o mundo exterior, as pessoas, a vida, tudo era resultado da maneira de pensar dela. Se ela achava que as pessoas não prestam, as pessoas, na verdade, para ela não prestam. Se ela começasse a pensar que as pessoas são agradáveis, as pessoas passariam a ser agradáveis para ela. Disse-Ihe que a tristeza, as mágoas, os ressentimentos, a solidão, o nervosismo não passavam de quadros mentais que ela nutria na mente.
Escrevi para ela a seguinte oração científica e pedi que a mentalizasse algumas vezes por dia:
"Eu e Deus somos uma só unidade todo-poderosa, por isso estou em paz e irradio paz para todas as pessoas. Perdôo a mim mesma de coração e irradio perdão e boa vontade para todas as pessoas. O Poder Infinito, que está em mim, me envolve no seu amor, e envolve a tudo e a todos, por isso o mundo é bom e transmite bondade, boa vontade, harmonia e fraternidade. Desejo todas as bênçãos para a minha filha e para o meu marido e eles são protegidos pela Inteligên-
cia Infinita. Isso é bom. Estou alegre e perfeitamente bem física e mentalmente. A cada manhã acordo radiante, contemplando em mim as belezas da vida. A cada dia sinto-me melhor e melhor em todos os sentidos. Assim é e assim será.

Tudo se fará conforme a minha crença. Que bom! Muito obrigada."
Isto aconteceu em 6 de abril de 1978. Já no dia 22 de maio do mesmo ano eu recebia desta senhora o seguinte de poimento:

"Agora tudo mudou em minha vida. Estou em paz e vejo a beleza que a vida é. Encontrei o meio de me tornar feliz e fazer os outros felizes. Essa técnica funciona mesmo; em mim fez milagres. Estou sendo abençoada espiritualmente. Agora estou com a chave deste reino maravilhoso. Posso enfrentar a vida sem problemas, pois tudo tem solução. Estou forte e agradeço a Deus por ter conservado a minha fé que antes eu não sabia como utilizar. É outra coisa a gente
enfrentar a vida conhecendo o verdadeiro meio de viver..."

Veja você, essa senhora mudou o padrão dos seus pensamentos e a sua vida também mudou.
Normalmente as pessoas pensam que só conseguem realizar grandes coisas na vida através de trabalhos árduos, sofridos, lutados. Não é o trabalho árduo que fatalmente leva ao sucesso. O mundo está cheio de gente que se arrebenta trabalhando e, ao fim e ao cabo, os resultados são precários.
Talvez nós possamos dividir a história da humanidade em três eras distintas: a primeira era foi a do trabalho braçal; a segunda foi e é a era intelectual; agora estamos atingindo a
era mental. E estamos descobrindo que a mente é a força maior, capaz de revolucionar a vida de qualquer pessoa e de qualquer nação. O pensamento positivo, que produz a ação e que
acompanha a ação, esse é a força propulsora das realizações.

Pensar é poder.

O pensamento é capaz de produzir a saúde, a paz, a riqueza, o amor, o casamento, o sucesso na plantação e na criação, tudo enfim.

BELIEVE =]

4 comentários:

Anônimo disse...

Você é feliz?

Anônimo disse...

Adoro seu blog, leio-o com a mesma ânsia de quem está a fazer um tratamento médico, uma gotinha por dia...preciso de me convencer de tantas coisas, livrar-me de crenças antigas e superar minhas dificuldades actuais.
Vou pedir-lhe um grande favor: ajude-me a construir uma oração! Há cerca de um ano fiz um investimento de 35 mil euros numa franquia, pedi o dinheiro emprestado de um familiar para finalmente concretizar meu grande sonho de ter meu próprio negócio. Ainda hoje não abri minha empresa, a antigo master sumiu com o dinheiro. A empresa-mãe elegeu um novo master há seis meses, que está a negociar novos contratos com shoppings da região. Entretanto, nada se concretiza. Eu já perdoei o antigo master, compreendo que seja uma pessoa que entrou em desepero e fez coisas das quais não se orgulha. Não olho para esse passado, quero seguir adiante com as possibilidades que tenho de pagar a dívida que contraí, de levantar a cabeça, por que sim, tenho muita vergonha do que aconteceu. Eu falei para todo mundo que iria abrir uma empresa no shopping, prometi emprego a algumas pessoas, enfim, passado quase um ano estou no mesmo lugar. Ou pior, agora tenho uma dívida. Antes não trabalhava, não tinha emprego, mas não devia a ninguém, agora estou endividada e vejo a conta do banco definhar mês após mês. Tenho passado por momentos de muito stress, pois, quem negoceia o contrato com o shopping é o master, sinto-me completamente entregue em suas mãos. Odeio sentir que nada depende de mim, minha tarefa tem sido esperar, esperar....
Agora estamos numa fase intermediária nas negociações com um shopping, a franquia foi aprovada, falta aprovar a minha candidatura pessoal e a empresa jurídica que representa a franquia em Portugal. Cada fase arrasta-se por semanas e eu nem sequer posso demonstrar meu desespero, tenho que transmitir que tudo corre bem comigo e que estou pronta para avançar quando a aprovação chegar. Faço supermercado com dinheiro contado, levo minha filha à escola e passo horas num café a ler o que posso na internet, sinto-me uma fraude. Moro numa casa grande e boa, num bairro nobre, conduzo um bom carro, tenho um lap top, visto-me como se fosse para o trabalho, mas a verdade é tão constrangedora quanto possível. Meu marido é impecável, mas às vezes desliza socialmente, quando faz questão de frisar que é somente ele quem leva dinheiro para casa. Nessas horas, rendo-me a fatalidade da revelação, lembro-me do tempo em que eu tinha uma carreira, de todos os diplomas amomtoados numa gaveta, de todos os sonhos profissionais que tenho e concordo com ele com um sorriso amarelinho...
Não quero mais nadar, nadar e morrer na praia. Imigrei para Portugal para encontrar uma vida melhor, deslumbro-a bem aqui, na ponta de meu nariz, mas não tenho tido sucesso nas investidas que fiz. Ajude-me. Uma oração.
Agradeço do fundo do meu coração,
Eliane Cristina Barreto Reynolds
Ilha da Madeira - Portugal
elianebarreynolds@hotmail.com

Glenda disse...

Sou vestibulanda,prestarei vestibular pela 3 vez este ano,este site me foi endicado por meu namorado,ando deprssiva,sem esperanças de passar,o medo do resultado ser negativo esta me abalando de tal forma que um mês antes da minha primeira prova já estou vivendo cada dia como se fosse o dia do exame,todos os dias muito tensa,depressiva,agitada...
Assim que me endicaram esse site,não levei a sério,mas ele insistiu,olhei então.
Gostei muito,apos ter lido alguns casos e ter me endentificado,me senti cm se tivesse saido de um tratamento médico.
estou mudando minha forma de pensar,meus ânimos estão voltado.
Farei dois vestibulares,agora estou fazendo com a certeza de que irei passar.
Obrigada.
bjus

JOSE disse...

Eu mudei a minha vida financeira adeindo a um negócio que se iniciou recentemente por todo o mundo,acreditei e os resultados superam as expectativas,para quem quiser até pode faze-lo online.
http://seja-independente.blogspot.com